Play


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com

23 de março de 2012

Rafinha Bastos ironizou que "o pessoal da Apae" e os fãs da Wanessa pertencem ao mesmo grupo.



Rafinha Bastos ligou a metralhadora em sua apresentação na noite desta quinta (22) durante o festival de humor "Risadaria", que acontece em São Paulo até domingo. Sobrou para a cantora Wanessa Camargo, o jogador Ronaldo, o ator Fabio Assunção e para quem mais quiser processá-lo depois do show. 

"Estou numa situação complicada. Até quem não nasceu já me odeia", brincou, lembrando a piada que fez no ar, ainda no "CQC" (Band), sobre a então grávida Wanessa. Na ocasião, ele disse que "comeria ela e o bebê".
Ele não poupou o jogador Ronaldo, que é amigo do empresário Marcus Buaiz, marido de Wanessa, e à época saiu em defesa do casal. "O cara come um travesti que morreu de Aids e eu sou o filho da puta"
"Sempre fui chamado de retardado. A Apae me processar é o mesmo que os Narcóticos Anônimos processarem o Fábio Assunção", continuou. Ele também ironizou que "o pessoal da Apae" e os fãs da Wanessa pertencem ao mesmo grupo.

Fonte:Folha.com

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário